• Facebook
Regresso do Challenger Maia Open: um espectáculo a não perder!

Regresso do Challenger Maia Open: um espectáculo a não perder!

A cidade da Maia prepara-se para o tão esperado regresso do Maia Open em ténis, prova integrante do circuito Challenger que vai decorrer entre 18 e 24 e distribuir 46.600€. A entrada no Complexo de Ténis da Maia para assistir aos encontros será gratuita ao longo de toda a semana.

O evento, agora recuperado num brilhante iniciativa levada a cabo pela Maia e pela Federação Portuguesa de Ténis (FPT), já tem um belo e longo historial de 11 edições. De 1991 e 1994, o Maia Open fez parte do ATP Challenger Tour. Em 1995 e 1996, subiu de nível e integrou o ATP Tour proporcionando até um momento de glória para o ténis nacional: a dupla Emanuel Couto/Bernardo Mota sagrar-se-ia campeã da variante de pares. A competição regressaria, de 1998 e 2002, ao ATP Challenger Tour pelas mãos de João Lagos. Passados dezassete anos, a história ganhará mais um capítulo.

Na apresentação oficial da edição de 2019, realizada ontem, estiveram presentes o Eng. António Tiago, Presidente da Câmara Municipal da Maia; Vasco Costa, Presidente da FPT; João Maio, Director da Prova e Director Técnico da Escola de Ténis da Maia, uma das maiores escolas de ténis do país e formadora de muitos valores do ténis nacional; Dr. António Paes de Faria, Presidente da AT Porto e que, curiosamente, foi árbitro de cadeira do Maia Open entre 1991 e 1996, chegando a arbitrar duas finais de pares da prova.

Quanto aos protagonistas que, na próxima semana, vão entrar em acção naquela que é uma das poucas provas indoor em terra batida do circuito, junta-se a João Domingues, Pedro Sousa e Frederico Silva os wildcards Tiago Cação e ainda dois tenistas desta região: Nuno Borges e João Monteiro.

Dezassete anos depois, o ténis de alto nível regressa à Maia para uma semana que promete ser inesquecível. Um espectáculo a não perder!