• Facebook
Portugal não consegue contrariar favoritismo da Ucrânia

Portugal não consegue contrariar favoritismo da Ucrânia

Portugal vai amanhã disputar a última eliminatória da Winter Cup, com a possibilidade de terminar a Zona C num inédito terceiro lugar. O apuramento para a final ficou ontem impossibilitado pela Ucrânia, que confirmou o favoritismo nestaprova feminina no escalão de sub-16, que decorre nos courts cobertos do Complexo Desportivo de Lousada.
 
No primeiro singular, Daria Snigur (18.ª no ranking europeu do escalão) não deu hipóteses a Leonor Oliveira, impondo-se por 6-0, 6-1. No segundo singular, Maria Inês Fonte superou Alina Tsyurpalevych (13.ª), com os parciais de 3-6, 6-3 e 6-2. No decisivo encontro de pares, Maria Inês Fonte e Leonor Oliveira ainda recuperaram de 1-5 no segundo set, mas não conseguiram o desejado segundo ponto e cederam diante de Tsyurpalevych e Lyubov Kostenko: 6-3, 6-4.
 
Hoje, às 10 horas, a selecção capitaneada por Joana Pangaio discute o terceiro lugar com a vencedora do embate entre Espanha e Itália, que ainda decorre em Lousada.
 
Recorde-se que a melhor classificação de Portugal na Winter Cup foi obtida em 2010, quando a equipa formada por Maria João Koehler e Bárbara Luz terminou em quarto lugar, na prova realizada em Itália.
 
A Winter Cup decorre no sistema de eliminatórias, com todas as selecções a realizarem três encontros, até se definir a classificação da 1.ª à 8.ª posição.