• Facebook
Pink Tour: o circuito de ténis para todas e para cada uma!

Pink Tour: o circuito de ténis para todas e para cada uma!

Terminada a segunda etapa do Pink Tour 2018, a 5ª edição do único circuito de ténis feminino a nível nacional, surge a oportunidade ideal para fazer um balanço ao nível do ranking, dos clubes representados e de… recordes.

Apesar de ainda só contar com duas etapas realizadas, esta edição do circuito já envolveu 62 jogadoras de 22 clubes diferentes. Entre todas as tenistas que já competiram na 5ª edição do circuito feminino da AT Porto, 13 participaram nas duas etapas organizadas.

Os clubes organizadores, Lousada TA e ET Ermesinde, surgem como os mais representados até ao momento, por 16 e 11 jogadoras, respectivamente.
Há ainda quatro clubes “estreantes” no circuito desde a sua criação (2014): ET Igor Vale – Joana e Bárbara Malafaya; Estrelas AC – Helena Oliveira; Academia Ténis Senhora Hora - Leonor Ribeiro; Mais Ténis – Bruna Fonseca. Bem-vindas ao Pink Tour e até já!

Neste momento, também já podemos falar em recordes: este ano, a etapa no Clube Ténis Ermesinde, que foi clube organizador em todas as edições (5) do Pink Tour, superou o seu recorde de participantes, com 41 jogadoras. O clube de Ermesinde também faz parte da restrita lista de clubes que se fizeram representar em todas as edições do circuito com uma ou mais jogadoras. Os outros clubes desta lista são o Lousada TA, CT Porto e ET Maia.

Isabel Chorão, do CT Gaia, vencedora do circuito em 2016, lidera o ranking do Pink Tour 2018 com 392. A vitória na 1ª etapa, em Lousada foi preponderante para agarrar a 1ª posição. Segue-se a vencedora do Ermesinde Pink Tour em singulares e pares, Joana Baptista, do Boavista TL, com 380 pontos. Ana Sofia Brandão (AA Espinho) viu a sua assiduidade na competição ser coroada com a 3ª posição na tabela, com 366 pontos.

Ano após ano, edição após edição, o Pink Tour, com a ajuda de todos, vai proporcionando a que cada vez mais jogadoras e clubes façam parte de uma verdadeira festa de ténis que é de todas e para todas, sem excepção. Com esta festa, cresce a força, o bom ambiente e a qualidade do ténis feminino nacional. Quando assim é, todos ganham.
 
Let’s keep playing and enjoying it!