• Facebook
Jogadores de clubes AT Porto evidenciam-se no Azores Open 12

Jogadores de clubes AT Porto evidenciam-se no Azores Open 12

Foram cinco os jovens tenistas de clubes AT Porto que deixaram a sua marca na edição de 2018 do torneio internacional Azores Open 12.
Os quadros de masculinos do evento contaram com três jogadores nortenhos: João Dinis Silva (ET Maia), Francisco Bastos (EV Sport) e José Freitas. Os dois primeiros jogaram bem e cederam na 2ª ronda do quadro principal, já José Freitas (OV Sports) conseguiu ultrapassar os obstáculos rumo à final da prova, acabando por ceder perante o grego Chris Spyrou por 6-2 e 6-1.

O vencedor do Masters Circuito Juvenil FPT deixou, mais uma vez, a marca do ténis nortenho no torneio internacional açoriano, sagrando-se vice-campeão um ano após José Luís Kendall ter conquistado o troféu individual da prova.

Além da final individual, José Freitas, desta feita formando equipa com João Portugal, conseguiu alcançar o troféu maior de pares masculinos. Recorde-se que, também no ano passado, esta variante do torneio foi ganha por uma dupla nortenha, José L. Kendall e Luís M. Saraiva.
 
Quanto às prestações nos quadros femininos, Maria Pereira (EV Sport) e Ana Luísa Freitas (CT Guimarães) apresentaram-se em bom plano, tendo conseguido impor o seu ténis em particular no “consolation draw”. As duas jogadoras confrontaram-se nas meias-finais deste quadro, tendo Maria Pereira saído por cima pelos parciais de 3-5, 5-4(5) e 4-2. Na final, a tenista do EV Sport cedeu em dois sets perante Leonor Batista.

Os quadros da competição podem ser consultados AQUI.

Mais uma grande prestação por parte dos jovens nortenhos em competições internacionais, o que não só eleva a o ténis da região, como demonstra o bom desempenho de treinadores, clubes e estruturas que, diariamente, trabalham pelo presente e futuro da modalidade.