• Facebook
Campeonato Regional Absoluto AT Porto com 3.000€ de Prize-Money

Campeonato Regional Absoluto AT Porto com 3.000€ de Prize-Money

Está quase a chegar o Campeonato Regional Absoluto da Associação de Ténis do Porto! Entre 21 e 28 de Abril, os melhores jogadores e jogadoras da região vão mostrar o seu melhor ténis na cidade da Maia, procurando destacar-se entre os demais e arrecadar a mítica Taça Luís Avides Moreira.

Este ano, e à imagem da anterior edição do Campeonato Regional Absoluto, serão distribuídos 3.000€ em prémios monetários - 1500€ masculinos e 1500€ femininos – pelos protagonistas de ambos os quadros principais.

Além do apelativo prize-money, o torneio que determina os melhores tenistas da região terá ainda mais competição ao longo do evento: além do qualifying e quadro principal, a prova feminina vai ainda contar com um Quadro B pontuáveis para o Ranking Pink Tour, proporcionando, assim, ainda mais acção às jogadoras inscritas. 

As inscrições para o Absoluto da AT Porto podem ser efectuadas até ao próximo dia 17 de Abril, terça-feira, impreterivelmente através da plataforma TieTennis, como tem sido habitual desde o início deste ano.
 

Da região para o mundo

Podemos afirmar que este é um torneio da Zona Norte com o mundo como horizonte. Ao longo das 33 edições, já disputaram e venceram o Campeonato Absoluto AT Porto alguns dos melhores jogadores e jogadoras da história do ténis nacional. Muitos desses nomes ainda hoje honram Portugal e levam o seu ténis aos quatro cantos do mundo.

Um exemplo bem recente é o de João Monteiro que, antes de partir para a aventura no desporto universitário americano, venceu o campeonato regional absoluto por duas vezes (2012). No ano passado, aquando do regresso a Portugal e à competição em provas ITF, foi feliz “em casa”, no Porto Open, sagrando-se campeão do emblemático torneio.

Ana Catarina Nogueira, actual referência no padel (19ª no ranking World Padel Tour), Francisco Cabral (878º ATP), Nuno Borges (534º ATP e em destaque no desporto universitário no EUA) e Maria João Koehler (727ª WTA) são mais alguns dos que já triunfaram na competição e ainda continuam a dar cartas no ténis internacional.

Os vencedores das últimas edições são, acima de tudo, jovens talentos com muito potencial: Gonçalo Ferreira, José Perez e Francisca Jorge que em 2017, aos 17 anos, se sagrou campeã nacional absoluta e agora dá os primeiros passos em provas WTA (768ª no ranking).

O Complexo de Ténis da Maia prepara-se, assim, para ser novamente o palco dos campeões, uma verdadeira “montra” daquilo que se pode apelidar do presente e futuro do ténis regional e nacional.